Histórico

O Mawaca é referência no cenário da música mundial no Brasil e tem participado de festivais na Europa e na América Latina. Conheça algumas datas e eventos importantes da história do MAWACA:

1995: Criação do MAWACA

1998: Em maio deste ano, o MAWACA gravou seu primeiro trabalho, ‘CD-Plus Mawaca‘, no Instituto Cultural Itaú, em São Paulo

1999: Participou do show da banda japonesa Rinken Band, de Okinawa, a convite da Fundação Japão. Ao longo de 1999, o MAWACA abriu também shows de artistas brasileiros como Gilberto Gil, Rita Lee, Ed Motta, Caetano Veloso e a portuguesa Dulce Pontes

2000: Neste ano, o MAWACA participou da abertura do evento Amazônia.br ao lado das cantoras Marlui Miranda e Tetê Espíndola. Neste ano, o grupo lançou o CD astrolabiotucupira.com.brasil, no SESC Pompéia, em São Paulo

2001: Apresentou-se no Theatro Municipal de São Paulo com a cantora portuguesa Né Ladeiras e Orquestra. Neste mesmo ano, o grupo marcou presença no projeto dedicado aos Lusíadas de Camões e fez show com as orquestras sinfônicas Sinfonia Cultura e Jovem de Guarulhos. Neste mesmo ano, apresentou-se na Tenda Raízes, no Rock in Rio.

2002: Realizou a primeira turnê internacional do grupo, na Espanha, em cidades como Madri, Santiago de Compostela e Jaén

2003:  O grupo foi selecionado para representar o Brasil na WOMEX, feira dedicada à world music que aconteceu em Sevilha, na Espanha. Neste mesmo ano, o grupo entrou em estúdio para gravação do CD Mawaca Pra Todo Canto

2004: Dividiu o palco com as Ceguinhas de Campina Grande no CCBB do Rio e de Brasília, e no Recbeat em Recife. Em junho, o MAWACA lançou o CD Mawaca Pra Todo Canto, no teatro Crowne Plaza, em São Paulo

2005: Comemoração dos 10 de anos de carreira com o lançamento de uma caixa contendo 5 CDs e um livreto com a história do grupo. No mesmo ano, o MAWACA gravou o primeiro DVD que seria lançado no ano seguinte

2006: O MAWACA apresentou o show Rupestres Sonoros no Festival Popkomm – Kulturbrauerei, em Berlim, na Alemanha. Neste mesmo ano, o grupo lançou o DVD Mawaca Pra Todo Canto, no Sesc Vila Mariana e na Livraria da Vila

2007: O MAWACA foi selecionado pelo Ministério da Cultura para se apresentar em Berlim, na Alemanha, no Festival Popkomm com o show Rupestres Sonoros

2008: Lançamento do CD Rupestres Sonoros. Neste ano, o MAWACA se apresentou na Bolívia, em cidades como Santa Cruz de la Sierra e Sucre, e no FITAZ (Festival Internacional Teatro de La Paz)

2009: O MAWACA entrou para o TOP TEN do World Music Charts da Europa. Neste ano, o grupo fez diferentes shows em São Paulo e interior como Rupestres Sonoros, Inquilinos do Mundo, De Todos os Cantos do Mundo, e do projeto  Contação de Histórias, no Sesc Santo André

2010: Viagem para a China, onde o grupo cumpriu uma impressionante agenda de 24 apresentações em apenas um mês, na Expo Shanghai. Realizou também shows em Portugal, durante o VII Encontro de Culturas de Serpa, e em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Neste mesmo ano, o grupo comemorou 15 anos e e, em junho, lançou o DVD Rupestres Sonoros, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo

2011: O MAWACA retornou à China, na cidade histórica Hangzhou, para apresentação no palco da Leisure World Fair. Em maio, o grupo participou do projeto Navegar é Preciso, cruzeiro literário pelo Rio Negro organizado pela Livraria da Vila e que contou com a participação de escritores como Laurentino Gomes, Cristovão Tezza, Ilan Brenman, Mary del Priore e José Eduardo Agualusa. No mês seguinte, o grupo gravou seu terceiro DVD, Ikebanas Musicais, gravado no SESC Pinheiros, em São Paulo

Nesse mesmo ano, participou do Festival de Serpa, em Portugal, e fez a turnê do projeto “Cantos da Floresta”, patrocinado pela Petrobrás e realizada em 6 cidades do norte do Brasil com participação especial de Marlui Miranda e seis grupos indígenas

2012: Neste ano, o Mawaca finalizou o novo DVD do grupo, ‘Ikebanas Musicais’, com repertorio japonês e elementos brasileiros que foi lançado em novembro, no Auditório Ibirapuera (SP).

Em agosto, gravou seu quarto DVD, ‘Inquilinos do Mundo’, que foi lançado em 2013.

Realizou também o show ‘Inquilinos do Mundo’, no aniversário da cidade de São Paulo, no SESC Consolação; show no Projeto Pétala (SESC Interlagos-SP); participação na Virada Cultural Paulista de Presidente Prudente; show infantil ‘Pelo Mundo com Mawaca’ (SESC Belenzinho); show no projeto “Pela Paz” (SESC Bauru-SP); Participação no Festival de Inverno de São João Del Rei; espetáculo ‘Inquilinos do Mundo’ (Museu da Casa Brasileira – SP); participação na 30º ISME – International Society of Music Education, em Thessaloniki, na Grécia; Festival Internacional ‘Dançando Pela Paz’ (Centro de Estudos Universais)– Teatro Anhembi Morumbi (SP)

2013: Turnê do espetáculo infantil ‘Pelo Mundo com o Mawaca’ – em diversos teatros de São Paulo e no Sesc de Santos; apresentação do espetáculo ‘Rupestres Sonoros, Canto dos Povos da Floresta’, patrocinado pelo Museu dos Correios em Brasila/DF, via Programa Nacional de Apoio à Cultura, ‘, com a participação de Ibã Kaxinawa /Acre; lançamento do CD/DVD ‘Inquilinos do Mundo’ e 2 shows de lançamento do DVD ‘Inquilinos do Mundo’ no Sesc Pompéia

2014: Nesse ano, o Mawaca se apresentou no Sesc São Carlos com o espetáculo infantil ‘Pelo Mundo com Mawaca’; espetáculo ‘Inquilinos do Mundo’ (SESC Sorocaba–SP) e na abertura do Festival de Música e Dança dos Balcãs (SESC Pompeia-SP). Realizou também temporada do infantil ‘Pelo Mundo com Mawaca’ (Teatro Viradalata–SP), com o qual se apresentou também no SESC Campinas e na Mostra de Cinema Infantil no Teatro Governador Pedro Ivo (Florianópolis–SC).

Em 2014, o Mawaca também apresntou ‘Inquilinos do Mundo’ (SESC Araraquara–SP); ‘Pelo Mundo com Mawaca’, no encerramento do festival Conte Outra Vez (Recife-PE) e fez temporada do espetáculo infantil ‘Pelo Mundo com Mawaca’, no Teatro Anchieta (SESC Consolação–SP).

2015: Apresentou o show ‘Inquilinos do Mundo’ nas unidades Vila Mariana e Sâo Caetano do SESC, e na Virada Cultural de São Paulo; voltou a se apresentar com o infantil ‘Pelo Mundo com Mawaca’ na Virada Sustentavel, na praça Victor Civita (SP) e fez tenporada no Itaú Cultural e em cidades como Curitiba, Fortaleza e Recife, no Edital de ocupação da Caixa Econômica.

Nesse mesmo ano, se apresentou com o show ‘Rupestres Sonoro’, no projeto dedicado ao antropólogo Eduardo Viveiro de Castro, no SESC Ipiranga

Comments are closed.