‘Arenita Azul’: canção tradicional do México

27 de março de 2020

‘Arenita Azul’ é uma das faixas do CD-DVD Inquilinos do Mundo, o sétimo projeto do Mawaca, cujo repertório é uma homenagem às melodias e aos ritmos dos povos nômades, refugiados, exilados e ciganos de todo o mundo.

Desde que ouviu essa canção mexicana na voz de Lila Downs, pela primeira vez, Magda Pucci ficou encantada com o som desse huapango da cidade de Oaxaca.

VEJA VÍDEO

“Não entendia muito bem a relação da areia azul com a mariposa, mas sabia que a música fazia uma crítica à política americana de vetar a entrada de mexicanos em terras americanas. Recusados, eles tentam atravessar a fronteira em Oaxaca e muitos deles morrem, explica a diretora musical do Mawaca.

 

Quando Magda começou a trabalhar no livro “De todos os cantos do mundo”, em parceria com Heloísa Prieto, descobriu que a areia azul é um fenômeno natural das praias da região de Oaxaca, com alta concentração de ferro. Daí o azulado, que só é percebido quando chove muito e a areia assume esse novo tom, sob a areia branca.

Por isso, a letra diz: “durante a noite quando cai a chuva, a areia azul é “destapada”, ou seja, se descobre a cor azul que fica escondida por debaixo da areia branca.

Assim como explica Magda, essa é uma alusão à cor morena dos jarochos, grupo étnico mexicano que costuma sofrer preconceito no resto do México.

O livro “De outros cantos do mundo” pode ser adquirido na Amazon e na Livraria da Travessa.

 

* Você pode ouvir essa e outras canções do Mawaca no Spotify, no Deezer e no Google Play Música.

 

OUÇA PLAYLIST LATINA
(por Magda Pucci)