Crowdfunding do novo livro do Mawaca

O grupo Mawaca, conhecido por interpretar canções em mais de vinte línguas, lançará mais um livro e você pode ajudar a financiá-lo.

A diretora musical da banda Mawaca, Magda Pucci, e a escritora mineira, Márcia Paschoallin,  preparam o livro infanto-juvenil “De lá para cá” com histórias da menina Madhu, uma cigana do Rajastão (Índia) que percorre o mundo, em uma viagem recheada de canções, personagens e curiosidades locais de maneira divertida.

Este será o terceiro livro com canções desse grupo e é um encontro entre os sons do mundo e a literatura infantil, e por isso vem acompanhado de um CD com músicas do Mawaca.

Como funciona
Para a concretização desse trabalho, você pode contribuir a partir de R$ 10 e receber recompensas que vão desde receber o livro em casa até kit com CDs do Mawaca, de acordo com a contribuição.

A sua colaboração pode se feita até o dia 28 de setembro pelo site Kickante.

SAIBA MAIS: “Mawaca – Livro “De lá para cá””

Sobre as autoras

MAGDA PUCCI: Criadora do Mawaca, que em 24 anos de carreira já lançou sete álbuns e três DVDs, é diretora musical do grupo, musicista (arranjadora, compositora e intérprete) além de antropóloga e pesquisadora da música de vários povos, há mais de vinte anos, com seis livros lançados, entre eles quatro livros para crianças e dois para educadores.

 

 

MÁRCIA PASCHOALLIN: Essa escritora de literatura infantil é formada em Letras pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de fora e adora pesquisar “causos” e personagens das cidades históricas para transformá-los em livros.

Márcia tem mais de 24 trabalhos publicados por editoras, de maneira independente e através de leis de incentivo. Entre eles, o livro “Era Outra Vez” (Franco Editora), selecionado pela Biblioteca Nacional para os projetos de implantação e modernização de bibliotecas públicas, “Socorro! Tem Uma Bruxa Na Minha Janela!” (Editora Salesiana), selecionado para estudo de texto do livro de português Porta Aberta da FTD), “O Mistério do Profeta” produção independente, com apoio cultural da Prefeitura Municipal de Ouro Preto e do Museu Aleijadinho.

VEJA VÍDEO